Blog com notícias de Janaúba e região!

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Janaúba vai ficando para trás

Pauta de conquistas vanguardistas em termos de região, no passado, como: barragem Bico da Pedra, energia elétrica, aeroporto, água tratada de qualidade do Bico da Pedra, diversas escolas estaduais, Unimontes, esgotamento sanitário, Avenida dos Gorutubanos, Hospitais Fundajan e Regional, estação de tratamento de esgoto sanitário e ligação de rede em domicílios, estação de tratamento de água, vários postos de saúde, Caic, Universidade Federal (UFVJM), Instituto Federal, avenidas com dupla mão, moderno mercado municipal (à época), ponte de dupla passagem sobre o rio Gorutuba, pavimentação asfáltica de diversas ruas e avenidas ao mesmo tempo dentre dezenas de outras conquistas de relevância maiúscula, conseguidas pelos políticos da cidade nos governos estadual e federal. O município ainda juntava dinheiro para construir escolas municipais, instalar fábrica de bloquetes, calçar ruas, organizar praças e outros. Os prefeitos tinham prestígio para trazer para a cidade órgãos governamentais como Emater, DER, IMA, IBGE, INSS, Delegacia Regional de Polícia Civil, Superintendência Regional de Ensino.

O pomposo município de largas ruas e e muitas outras realizações que despertaram interesse de gigantes do mundo dos negócios como: Massey Fergunson, Fiat, Chevrolet, Feltrin, Dow AgroSciences, dentre outros além de encorajar os empreendedores locais que investiram muito na cidade, transformava Janaúba em um lugar pujante, arrojado, atrativo, interessante aos olhos de quem aqui mora (ou morava) e de quem por aqui passava.

Califórnia brasileira ou Eldorado do Brasil, como quer que seja... era assim que o nome de Janaúba era levado pelos quatro ventos, pelos quatro cantos do planeta.

As estimativas otimistas do IBGE vinham ao encontro da robustez do município.

Passado muito diferente dos dias de hoje, a pauta gerada, agora, pela atual administração direciona para outra ponta, para a cauda, para a retaguarda. Com dezesseis meses de governo figura no centro das “grandes realizações” da prefeitura: operação tapa buracos (incompleta e mal feita, pelo menos até agora foi assim), limpeza de matos (incompleta e morosa), coleta de lixo (irregular), encontros, palestras, alvoroço de datas comemorativas (sem muito o que se comemorar), muitas notas de esclarecimentos e explicações. Assuntos que no passado não eram o olho da notícia.

Afinal, a pauta de conquistas vanguardistas do passado, vai se tornando retaguarda no presente.

A energia elétrica veio de centenas de quilômetros para cá, hoje nem a expansão no âmbito do município é praticada a contento; aeronave quase não desce mais por aqui, o acesso ao aeroporto ficou ruim; a expansão de água e de esgotamento sanitário ocorrem a passos lentos; até escolas municipais e estaduais estão sendo fechadas; hospitais são alvos de reclamações, escândalos e até de intervenção jurídica (quando vereador o atual prefeito dizia que consertaria o sistema hospitalar); postos de saúde são destaques de reclamações, falta de atendimento, faltam medicamentos e exames; o mercado precisa de muito para ficar moderno novamente; falta manutenção às diversas ruas pavimentadas e nas avenidas duplas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário