Blog com notícias de Janaúba e região!

terça-feira, 27 de junho de 2017

Polícia Civil fecha fábrica clandestina de bebidas e três são presos em Bocaiuva

Fábrica clandestina foi descoberta em um galpão
em Bocaiuva (Foto: João Lã/Arquivo pessoal)

A PC acredita que mercadoria era destinada a várias
cidades do Norte de MG (Foto: João Lã/Arquivo pessoal)

Equipamento usado pelo grupo para produção
clandestina das bebidas (Foto: João Lã/Arquivo pessoal)

(G1) A Polícia Civil em Bocaiuva fechou uma fábrica clandestina de bebidas na tarde desta terça-feira (27) e prendeu três homens.

Segundo a PC, o local falsificava a produção de vários tipos de bebidas alcoólicas destiladas, como cachaça e whisky, e vendia os produtos a valores bem abaixo do mercado, cerca de um terço do preço usual. Para a polícia, os autores alegaram que a produção existe há seis meses, mas a PC acredita que a fábrica clandestina funcione há mais tempo.

Os investigadores chegaram ao local, no Bairro Pernambuco, após notarem ação suspeita de um caminhão, que sempre parava na porta do galpão e descarregava garrafas de vidro. Durante a apreensão da PC nesta terça-feira, os investigadores interceptaram um carregamento das bebidas que seguiria para a cidade de Pirapora, também no Norte de Minas.

No galpão estavam vários toneis e caixas d'água, usados para misturar solventes, aditivos e aromatizantes, usados para chegar próximo ao sabor das bebidas. Além das bebidas, de rótulos nacionais e importados, a PC encontrou selos de inspeção falsos. A PC acredita que os autores faziam venda dos produtos para 129 cidades em Minas Gerais.

Segundo a PC, os autores, todos maiores de idade, foram presos em flagrante delito e levados à delegacia da cidade. Por se tratar de produto destinado ao consumo humano, podem pegar de 4 a 10 anos de prisão. A quantidade de bebidas apreendidas não foi informada. O proprietário da fábrica é procurado pela polícia.

AMAMS pede ampliação da Rede Brasil Mulher para toda Área Mineira da Sudene


O presidente da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene – AMAMS, José Reis, prefeito de Bonito de Minas, solicitou durante o 1º Seminário das Políticas Públicas para Mulheres, a ampliação da Rede Brasil Mulher, para toda Área Mineira da Sudene à secretária-executiva de Políticas do Trabalho e Autonomia Econômica das Mulheres da Presidência da República, Aparecida Moura, durante o lançamento desse projeto na cidade de Bocaiuva, que foi a primeira cidade brasileira a receber essa Coordenadoria de Direitos das Mulheres.

O deputado federal Saraiva Felipe explicou que Bocaiuva foi selecionada para servir de piloto nesse projeto, pelo reconhecimento a ilustres brasileiros que nasceram na cidade, como Herberth de Souza, o Betinho, além de José Maria Alkimim e Patrus Ananias, que engrandeceram o país. Aparecida Moura mostrou que a Rede Brasil Mulher vem para o empoderamento feminino, em vários setores e como forma de evitar a violência contra a mulher, principalmente daquela que vive em vulnerabilidade social. Seu apelo é para cada município criar o Conselho da Mulher e a Coordenadoria de Direitos da Mulher e se possível, a criação da Secretaria ou Secretaria-Adjunta da Mulher, para definir as políticas públicas destinadas a esse segmento.

O presidente da AMAMS, José Reis, explicou que a iniciativa da prefeita Marisa Souza Alves, de Bocaiuva, tem de ser expandida para outros municípios e com isso permitir que cada microrregião instale a Coordenadoria Regional dos Direitos da Mulher. Ele lembra que existe o desafio para cada município, disse que é necessário dar o suporte para que as políticas públicas sejam implantadas. O presidente salientou que o Norte de Minas é formado por 52% de mulheres e que o empoderamento do segmento feminino é importante nesse momento em que as instituições estão vivendo a corrosão, como das famílias.

A prefeita Marisa Souza Alves, de Bocaiuva, afirma que sua eleição foi a quebra de tabu de mais de 120 anos, mas lamenta que as mulheres não valorizem o segmento feminino. Na sua administração, 2/3 do secretariado é ocupado por mulheres. Porém ficou preocupada com dados da Polícia Militar de que Bocaiuva tem mais casos proporcionalmente de violência contra a mulher do que Montes Claros, que deram entrada no hospital. Anunciou que mandará projeto ainda essa semana para a criação do Conselho da Mulher e Coordenadoria dos Direitos da Mulher.

Ascom | AMAMS

AMAMS e Caixa celebram parceria para evitar perdas de Emendas do orçamento da União


A Caixa Econômica Federal e a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene - AMAMS fixaram uma parceria a fim de evitar que os municípios do Norte de Minas percam os recursos de emendas parlamentares inseridas no Orçamento Geral da União. Na manhã de segunda-feira o presidente da AMAMS, José Reis, prefeito de Bonito de Minas, juntamente com a equipe técnica especializada em convênios e projetos se reuniram com os dirigentes da Caixa Econômica, liderados pelo superintendente José Augusto Baungart; o gerente geral Sérgio Luiz Silva e o gerente executivo Rodrigo Pereira, quando avaliaram a situação de 57 convênios do ano de 2015 na Área Mineira da Sudene.

Desde a semana passada que a equipe de acompanhamento de convênios da AMAMS constatou que 57 convênios destinados a 45 municípios da Área Mineira da Sudene podem ser perdidos na sexta-feira, dia 30 de junho, provocando uma perda de R$ 17.628 milhões. Somente no Norte de Minas, são mais de R$ 8,5 milhões destinados a 20 municípios. Estes recursos inseridos no Orçamento Geral da União de 2015 e como os municípios deixaram de apresentar os projetos ou não atenderam as exigências da Caixa Econômica, agora correm risco de perderem essas verbas. A solução seria o Governo Federal prorrogar o Decreto 7.654 de 23/12/2011, dando mais prazo aos municípios.

O presidente da AMAMS mostrou aos dirigentes da Caixa Econômica que existem duas situações atípicas: vários prefeitos tomaram posse no dia 1º de janeiro e desconheciam esse processos de verbas federais e por isso, não puderam se enquadrar no prazo fixado. Outra situação é que muitos prefeitos ficaram sem condições de fazer os projetos por vários fatores, o principal deles é a falta de qualificação dos responsáveis pelo setor de convênios. José Reis lembra que a AMAMS tem equipe técnica pronta a atender e orientar os municípios na elaboração dos projetos.

Os dirigentes da Caixa salientaram que dos 57 listados, talvez 29 ainda possam ser recuperados, caso haja prorrogação do prazo pelo Governo Federal. Os outros 29 projetos somente seriam recuperados caso haja uma ação direta da Presidência da República, pois perderam prazos para pelo menos iniciar o processo de tramitação dos projetos. José Augusto Baungart, Sérgio Luiz Silva e Rodrigo Pereira estabeleceram com a AMAMS uma parceria para capacitar os Gerentes de Convênios de cada município dentro dos padrões fixados por cada Ministério.

No caso do Norte de Minas, o fim dos convênios causará grande impactos financeiro. Montes Claros com três convênios, perderia R$ 979,2 mil. São Romão, R$ 1,645 milhão, Grão Mogol com R$ 986,2 mil e Pirapora com R$ 650,050 mil. Os menores valores são em Pintópolis e Rio Pardo de Minas, com R$ 97.500,00. Desde a semana passada a AMAMS vem orientando os prefeitos a pressionarem os Deputados Federais de cada região a pressionar o Governo Federal para prorrogar os convênios. Aliado a isso, a AMAMS mobilizou todos deputados federais nesse mesmo sentido.

O presidente da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene – AMAMS, José Reis, estará em audiência nesta quarta, ás 10:00h na Secretaria de Governo da Presidência da República, para pedir a prorrogação dos convênios de Restos a Pagar – RAPs, que correm o risco de serem cancelados.



Ascom | AMAMS

Em visita a AMAMS, Ministro da Saúde discute assistência básica com prefeitos da Área Mineira da Sudene


O ministro da Saúde, Ricardo Barros, se reúne com os prefeitos da área mineira da Sudene nessa sexta-feira, dia 30, a partir das 13 horas no auditório da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene - AMAMS. Ele cumpre agenda articulada pelo deputado Gil Pereira e AMAMS. Barros é o primeiro ministro a visitar Montes Claros nesse ano. O último ministro da saúde a cumprir agenda coletiva com os prefeitos da região foi José Padilha, que esteve na AMAMS para discutir sobre o Programa Mas Médicos. A expectativa é que Ricardo Barros anuncie novidades que aliviem os municípios, principalmente no Programa de Atenção Básica (PAB) e ainda uma alternativa para os hospitais microrregionais e regionais.

A agenda prevê a chegada do ministro Ricardo Barros ao meio-dia, quando ele se deslocará para a Santa Casa, onde cumpre agenda. Depois, às 13 horas, ele terá um encontro com os prefeitos na AMAMS. O deputado Gil Pereira se reuniu na tarde de ontem com o ministro, em Brasília, quando fez uma agenda. Ele antecipa que Montes Claros receberá um adicional de R$ 345 mil por mês para a atenção básica, o equivalente a R$ 14 milhões nos três anos e seis meses da atual administração.

O presidente da AMAMS e prefeito de Bonito de Minas, José Reis, explica que além dos recursos da atenção básica, que atende todos municípios, sem exceção, a grande expectativa é sobre uma ação que socorra a Rede Hospitalar do Norte de Minas, pois além dos hospitais de Montes Claros existem anida os hospitais de Bocaiuva, Brasília de Minas, Janaúba, Januária, Pirapora, Salinas e Taiobeiras com sérios problemas de sobrevivência financeira e até com riscos de suspensão dos atendimentos, como os casos de Janaúba e Bocaiuva.



Ascom | AMAMS

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Prefeitura de Jaíba anuncia Concurso Público

A Prefeitura de Jaíba, Estado de Minas Gerais, divulga no Diário Oficial da União, um novo Concurso Público destinado a contratação efetiva de vários cargos, estarão disponíveis 305 vagas.

Para participar é necessário que o candidato acesse o site www.cotec.unimontes.br e preencha um formulário de inscrição, a partir do dia 31 de julho até às 18h do dia 31 de agosto de 2017.


Os candidatos serão avaliados por meio de Prova de múltipla escolha, prevista para o dia 1 de outubro de 2017, além de prova de títulos, aptidão física e prática que são destinadas a cargos específicos.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Quartel é inaugurado em São João da Ponte



(Por Gilmar Pereira) “Segurança nunca é demais” – Frase que sempre ouvimos por onde andamos, seja aqui ou em qualquer lugar. Então, investir em segurança é oferecer qualidade de vida e este é um compromisso da Política Militar para com a comunidade pontense. Para cada assunto que discutimos na sociedade, segurança é o tema mais discutido entre moradores, tanto a nível regional quanto nacional. 

Diante desta necessidade, na manhã desta sexta-feira (23), foi realizada a inauguração da instalação do Quartel da Policia Militar em São João da Ponte, espaço onde a população pontense poderá buscar e receber serviços importantes e de relevância na promoção da paz social. A inauguração das nova instalação do Quartel é um projeto da Polícia que contou com o apoio do CONSEP – Conselho Comunitário de Segurança Pública, Escola Estadual Coronel Simão Campos e Ministério Público. Juntos promoveram um momento ímpar na história de São João da Ponte.

A solenidade contou com a presença do prefeito municipal Danilo Wagner Veloso, vice-prefeito, Márcio Antônio Costa Campos, presidente da Câmara Municipal, Marizan Ferreira, Promotor de Justiça, Daniel Oliveira de Ornelas, Presidente do CONSEP de Montes Claros, Juliano Caldeira, Padres Henderson Pereira e Márcio Antônio,Pastor da Igreja Assembléia de Deus, Wanderlei Ferreira Santos, Delegado de Polícia , Fernando Santos Anjos, Comandante da 11ª Região da Polícia Militar,Coronel Klevson Pires Martins, vice-diretora , Rosilda Silva Quaresma e comunidade.

A Escola Estadual Coronel Simão Campos cedeu o terreno à corporação, que investiu mais de 550,000 ( quinhentos e cinqüenta mil) na realização da obra. O valor investido partiu do termo de ajustamento de conduta – TAC, de autuações feitas pela Polícia de Meio Ambiente de São João da Ponte, IEF e IGAM. Para o Promotor de Justiça, Daniel Ornelas, a inauguração do Quartel é resultado concreto de um trabalho árduo que resultou em sucesso absoluto. “É preciso ter mais segurança, uma vez que o país passa por um processo difícil, onde as mazelas do dia a dia estão arraigadas a segurança e outros temas. Este prédio trará bons frutos para a população”, comenta o Promotor. Em suma, o mesmo fez a leitura da carta que o Promotor João Paulo Fernandes, ex promotor da cidade enviou em cumprimento pela inauguração do Quartel.

Para Rosilda Silva Quaresma, vice-diretora da Escola Estadual Coronel Simão Campos, a escola não mediu esforços quanto aos trâmites para a concretização da doação do terreno para a construção do Quartel. ”A realização deste projeto é de grande importância para a nossa sociedade, pois vem ao encontro das necessidades da população.”

Segundo o Coronel, Klevson Pires, a união entre órgãos públicos é de extrema importância para o sucesso da Segurança Pública. “A segurança é um dos elementos que está presente no cenário das Políticas Públicas, sendo assim, ela perpassa por vários atores, e para a concretização desta inauguração foi importante a união de todos em prol da segurança. Em pleno século XXI fazer uma inauguração deste porte, é brindar o sucesso da Policia Militar e Meio Ambiente, pois aqui oferecerá trabalho de qualidade e de respeito á população”, diz o Comandante.

Vale ressaltar que todos ganham com a inauguração deste Quartel, pois atenderá as cidades de São da João da Ponte, Ibiracatu, Varzelândia e Lontra. A empresária, Sandra Nobre, acredita que tal momento é um ponto positivo para todos. “Este projeto atende todas as expectativas de segurança do município e das regiões e circunvizinhas, não só no caso a segurança, mas das Políticas Públicas, pois todos fazem partem de um sistema ostensivo e isso beneficia a população em geral.”

Ao parabenizar ao trabalho da Policia Militar e da Polícia Ambiental, o prefeito municipal Danilo Veloso falou da importância da nova instalação do Quartel na cidade e colocou à disposição quanto ao trabalho desenvolvido. “Implantar uma sede própria na cidade é de extrema importância, pois cresce a credibilidade e a visibilidade na sociedade, o trabalho que os policiais fazem é notório e tem sempre reconhecimento da atual gestão,” diz o prefeito.

O Padre Henderson Pereira do Carmo e o Pastor Wanderlei Ferreira Santos foram convidados para impetrar as bênçãos à nova instalação do Quartel.

Mais de cem gestores se juntam a AMAMS em prol dos seus municípios


A Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene – AMAMS, através do seu secretário executivo, Ronaldo Mota, protocolou na Advocacia Geral da União – AGU, 106 procurações dos municípios que manifestaram interesse na composição extrajudicial da cota extra do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e Valorização do Magistério (Fundef)

A proposta da AMAMS é negociar de forma administrativa e amigável o direito dos municípios sobre o crédito do FUNDEF que foi retido indevidamente pelo Governo Federal de 1998 a 2006. A coordenadora da Câmara de Conciliação e Arbitragem da Administração Federal da AGU, Patrícia Batista Bertolo, solicitou que a AMAMS apresentasse procuração dos prefeitos interessados em fazer o acordo, para que possam ser iniciados os entendimentos. A discussão agora é apenas sobre o valor a ser pago a cada município. Solicitou ainda que a Procuradoria Geral da União seja intimada a participar do tema, no prazo de 15 dias.

O próximo passo será a realização de perícia técnica para definir o valor que cada município tem direito. Pelos levantamentos da AMAMS, o Governo deixou de repassar em média R$ 80,00 referente a cada aluno por ano, no intervalo de 1998 a 2006.

“É muito importante a nossa união em busca de uma saída para o enfrentamento das demandas dos nossos municípios, nessa luta somos mais de cem em busca do bem comum para a nossa região”, comentou o presidente da AMAMS e prefeito de Bonito de Minas, José Reis.


ASCOM AMAMS

Em Capitão Enéas, três pessoas ficam feridas em acidente na MGC-122

Parte da frente do veículo ficou destruída (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Uma mulher de 58 anos, e dois idosos, de 62 e 82, ficaram feridos em um acidente na MGC-122, em Capitão Enéas, nesse domingo (25). A condutora contou à PM que seguia sentido ao entroncamento da BR-251, quando perdeu o controle da direção do veículo ao passar por uma depressão na via próxima a uma ponte; o carro saiu da pista e bateu em um barranco. A parte da frente do carro ficou destruída.

De acordo com o Samu, a condutora e o passageiro de 62 anos tiveram ferimentos leves. Já a vítima, de 82 anos, teve escoriações pelo corpo e suspeita de fratura no joelho esquerdo. Ele foi socorrido e conduzido para um hospital da região.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

domingo, 25 de junho de 2017

Mulher morre e quatro pessoas ficam feridas em acidente na MG-451, no Norte de Minas

(G1) Uma mulher de 36 anos, morreu após um acidente na noite deste sábado (24) na rodovia MG-451, que liga Bocaiuva a Olhos D’água, no Norte de Minas. De acordo com a Polícia Militar, um carro de passeio seguia com cinco ocupantes sentido a Olhos D’água.

O veículo, segundo a PM, o condutor, de 28 anos, perdeu o controle da direção e capotou à margem da rodovia, próximo ao KM-38. A passageira que seguia no banco da frente morreu no local.

O condutor foi socorrido e encaminhado a um hospital de Montes Claros. No banco de trás estavam outras três pessoas que também ficaram feridas, foram socorridas e encaminhadas ao hospital de Bocaiuva.

sábado, 24 de junho de 2017

Janaúba, Verdelândia e Porteirinha registram homicídios no final de semana

Apesar de estarmos vivendo no clima de uma das festas mais populares do Brasil, infelizmente nem todos compartilham desta mesma alegria. Nesta sexta e sábado de São João, as cidades de Janaúba, Verdelândia e Porteirinha registram novamente mais assassinatos que engordam as estatístificas de homicídios na Serra Geral.

Em Janaúba na manhã deste sábado 24), por volta das 8 horas, no bairro Cerâmica foi encontrado o corpo de rapaz que ainda não teve a identidade confirmada pela polícia. O jovem foi encontrado já sem vida e com marcas de disparos de arma de fogo, se tornando a vítima de número 29 assassinada em 2017 na cidade de Janaúba. A Polícia não soube informar a motivação do crime ou quem seria o suspeito.

O outro homicídio foi na zona rural de Porteirinha, na comunidade de Tocandira. Na noite de sexta-feira (23), a vítima também foi encontrada já sem vida com perfurações provenientes provavelmente de uma faca.

Dois assassinatos em Verdelândia
Dois homens foram mortos neste sábado (24) em Verdelândia, em um dos homicídios um facão foi utilizado para tirar a vida de uma das vítimas. Os dois assassinatos não foram simultâneos, um foi registrado no período da manhã e a tarde. A Polícia não fez nenhuma afirmação se os dois crimes teriam alguma relação, o que se sabe é que os dois tinham desavenças, mas não se pode afirmar ainda se isso teria motivado os homicídios.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Frigorífico Minerva em Janaúba é afetado por suspensão da carne brasileira nos Estados Unidos

Sede do Minerva em Janaúba, (Foto: Divulgação)

Quinze frigoríficos brasileiros foram afetados pela decisão dos Estados Unidos de suspender as compras de carne bovina in natura do Brasil, entre eles cinco unidades da JBS, quatro da Minerva e quatro da Marfrig, informou nesta sexta-feira (23) o Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento ).

Também estão com vendas suspensas ao país frigorífico da Cooperativa dos Produtores de Carne e Derivados de Gurupi, no Tocantins, e a Frisa Frigorífico Rio Doce, em Nanuque (MG).

As unidades da JBS estão em Nova Andradina, Naviraí e Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, e em Lins e Andradina, em São Paulo. As unidades da Minerva estão em Barretos (SP), Palmeira de Goiás (GO), Araguaina (TO) e Janaúba (MG).

O secretário de Agricultura dos Estados Unidos, Sonny Perdue, anunciou na quinta-feira, 22, a suspensão de todas as importações de carne bovina in natura do Brasil, por causa de “preocupações recorrentes” com a segurança do produto destinado ao mercado americano. A medida continuará em vigor até que o Ministério da Agricultura do Brasil adote ações “corretivas” para atender as exigências do Departamento de Agricultura dos EUA.

A decisão é um revés significativo para os exportadores de carne brasileiros, que haviam conseguido abrir o mercado americano para seus produtos em junho de 2015.

Motivos

O Mapa vai investigar os motivos de reação causadas por vacina em bovinos e auditar plantas frigoríficas que exportam para os Estados Unidos com o objetivo de dar respostas ao governo e a importadores daquele país e restabelecer as negociações no setor. O secretário-executivo do ministério, Eumar Novacki, em entrevista coletiva, informou que será elaborado documento técnico para ser enviado ao governo norte-americano com informações da Secretaria de Defesa Agropecuária e procedimentos adotados em função da suspensão temporária da importação da carne brasileira in natura.

Depois disso, o ministro Blairo Maggi deverá encontrar-se com autoridades de governo nos EUA. E já estava prevista uma reunião entre técnicos dos dois países, no próximo mês de setembro. “É importante recuperarmos esse mercado, que serve de referência para outros países, e onde a competição é muito forte, muito dura”, disse o secretário-executivo. “O nosso produto é de qualidade e vamos demonstrar isso”, afirmou Novacki, lembrando que o Brasil exporta mais de 150 países e que cem por cento dos produtos embarcados têm recebido inspeção sanitária no momento em que chegam ao destino sem relato de problemas.

O mercado norte-americano foi aberto ao Brasil, em setembro do ano passado, depois de 17 anos de negociações. De janeiro a maio, foram exportadas mais de 11 mil toneladas, equivalentes a cerca de US$ 49 milhões. “A determinação do ministro Blairo Maggi é respondermos de forma contundente e com transparência”, afirmou Novacki.

Questionado se seria retaliação por questões de mercado, ou se o governo havia sentido mudanças em relação ao Brasil a partir da posse de Donald Trump, o secretário executivo admitiu que há uma tendência do atual governo americano a adotar uma postura mais nacionalista, mas não crer que seja necessário recorrer à Organização Mundial de Comércio, por entender que não deve ser uma questão de protecionismo. “Acreditamos que o relacionamento comercial se dê em bases éticas, do mesmo modo como o Brasil age com seus parceiros”. (Fabrício de Castro/AE e Mapa)

sexta-feira, 23 de junho de 2017

São João da Ponte é contemplada com projetos no setor agrícola



No último dia 21 de junho foi realizada reunião no Auditório da Escola Estadual Coronel Simão Campos, contando com a presença do prefeito de São João da Ponte Danilo Veloso, Presidentes de Associações Comunitárias e Pequenos Produtores Rurais de todo o município.

Na oportunidade, foi apresentado o Secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Erivelto Gonçalves, que explanou sobre as ações a serem desenvolvidas nesta gestão, bem como a implementação de políticas públicas para o setor agrícola que beneficiarão os pequenos produtores e toda a comunidade rural.

RETOMADA DA FEIRA LIVRE
Ainda neste encontro, atendendo às solicitações dos feirantes, o prefeito anunciou a retomada das atividades da “Feira Livre”, que acontecerá nas primeiras sextas-feiras de cada mês, em frente ao Centro Comercial “Dona Lulu”, e propiciará aos pequenos produtores a comercialização dos produtos agrícolas, aves e derivados. Poderão expor e comercializar os feirantes cadastros ao PNAE, sendo que estes deverão realizar recadastramento junto à Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente.

FEIRA DO AGRICULTOR

Além da retomada da “Feira Livre”, foi lançado também o Projeto “Feira do Agricultor”, evento que acontecerá a partir do dia 1º de julho, e será implementada em todos os sábados na área localizada em frente ao ginásio Poliesportivo “Fernandão”, destinada a todos os produtores, comerciantes, artesãos e demais interessados, ocasião onde será oportunizado, por meio de estrutura adequada, momentos de integração e geração de renda para todo o setor agrícola.

TRATORES PARA ATENDER AGRICULTORES CARENTES DE TODO MUNICÍPIO
Por meio de Convênio a ser firmado entre CMDRS (Conselho Municipal do Desenvolvimento Rural Sustentável), Município e Associações, serão ofertados aos pequenos produtores rurais carentes do município 07 (sete) tratores e implementos agrícolas, além de sementes diversas para amenizar os prejuízos suportados pelos produtores, em razão dos últimos anos de estiagem. Maiores informações e cadastro serão obtidos junto à Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente.

Associação dos Municípios do Tocantins aderem modelo da AMAMS para negociação de crédito do FUNDEF junto a AGU


Os municípios de Tocantins aderem ao modelo da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene - AMAMS para negociar através da via administrativa a cota extra do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e Valorização do Magistério (Fundef). O secretário-executivo da Associação dos Municípios de Tocantins, Jailton Bezerra entrou em contato com a AMAMS pedindo detalhes da iniciativa, pois pretende abrir a mesma negociação com a Advocacia Geral da União. Nessa segunda-feira a AMAMS protocolará em Brasília a procuração de mais de 100 prefeitos da Área Mineira da Sudene, além de cidades do Portal de Minas, que outorgam procuração ao presidente da AMAMS, José Reis, prefeito de Bonito de Minas, permitindo negociação com a AGU.

Em iniciativa inédita no Brasil, a AGU aceitou a proposta da AMAMS para negociar de forma administrativa e amigável o direito dos municípios sobre o crédito do FUNDEF que foi retido indevidamente pelo Governo Federal de 1998 a 2006. 
Desde o dia 22 de março passado foi aberta a negociação junta a AGU e na semana passada a coordenadora da Câmara de Conciliação e Arbitragem da Administração Federal da AGU, Patrícia Batista Bertolo, solicitou que a AMAMS apresentasse procuração dos prefeitos interessados em fazer o acordo, para que possam ser iniciados os entendimentos. A discussão agora é apenas sobre o valor a ser pago a cada município, pois o Supremo Tribunal Federal já tomou a decisão, que transitou em julgado. Solicitou ainda que a Procuradoria Geral da União seja intimada a participar do tema, no prazo de 15 dias.

O presidente da AMAMS, José Reis, comemora a intenção dos municípios de Tocantins de seguirem a mesma linha para negociação, pois entende que isso fortalece a causa. Ele lembra que as entidades nacionais municipalistas também se interessaram sobre o assunto e quem sabe, a negociação administrativa abrangerá os 5.570 municípios brasileiros. “Tomamos a iniciativa de propor a negociação administrativa, pois é melhor um acordo que atenda as duas partes do que uma demanda judicial que poderá demorar 10 anos. Acreditamos que até 2018 esse dinheiro poderá estar nas contas das Prefeituras. Ficamos felizes por contribuir com os municípios brasileiros” – afirma o presidente José Reis.

O assessor jurídico Alexandre Vieira e o secretário-executivo da AMAMS, Ronaldo Mota Dias estarão em Brasília na segunda-feira, dia 26, quando se reunirão com a coordenadora da Câmara de Conciliação e Arbitragem da Administração Federal da AGU, Patrícia Batista Bertolo, discutindo a tramitação desse processo na AGU. José Reis lembra que a adesão de mais de 100 municípios demonstra a seriedade do trabalho da AMAMS, que no seu mandato tem ampliado sua área de atuação para toda Área Mineira da Sudene, por entender que o problema da região é similar ao das outras regiões castigadas pela seca e que estão no Polígono das Seca.


O primeiro passo será a realização de perícia técnica para definir o valor que cada município tem direito. Pelos levantamentos da AMAMS, o Governo deixou de repassar em média R$ 80,00 referente a cada aluno por ano, no intervalo de 1998 a 2006. Porém, esse valor irá sofrer alguma correção e por isso, gera a dúvida sobre qual valor indexador será praticado. A AMAMS propõe que seja o determinado pela Justiça Federal.


Ascom | AMAMS

Em Mamonas homem é morto com golpe de facão após atender portão de casa

Um homem de 45 anos foi encontrado morto pela esposa no portão da casa em que morava, em Mamonas, no Norte de Minas. O crime ocorreu no fim da madrugada desta sexta-feira (23), no Bairro Santana.

Segundo informações da Polícia Militar, a vítima tinha ferimentos na parte superior da cabeça feitos por um objeto cortante. A suspeita da PM é de que o homem tenha sido atingido por um golpe de facão.

Ainda segundo a polícia, a mulher da vítima informou que alguém teria batido ao portão e que o marido foi até a rua atender. Após poucos minutos, ela disse à PM ter ouvido um barulho alto. Quando foi procurar pela vítima, ela já estava caída e gravemente ferida.

De acordo com os militares empenhados na ocorrência, a mulher disse desconhecer problemas entre a vítima e moradores da região. Ela contou aos policiais que ele teria se mudado de São Paulo para Mamonas há poucos meses e que suspeita de que possa ter sido envolvido em problemas no estado paulista. Para a polícia, o crime pode ser passional ou ter relação com vingança.

O local do crime foi interditado pela polícia, passou por perícia durante a manhã e já foi liberado. O corpo foi encaminhado a uma funerária da região. O instrumento usado para matar a vítima não foi encontrado pela PM. Até a publicação desta matéria, o autor do homicídio não foi encontrado.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Fundajan poderá encerrar suas atividades até agosto


(Por Ivo Junior) Mais uma vez a saúde de Janaúba agoniza. Segundo informações do presidente da Fundação de Assistência Social de Janaúba (Fundajan), as atividades do Hospital e Maternidade Sagrado Coração de Jesus poderão ser paralisadas ainda este ano, mais precisamente em agosto.

João Donizete Teago, alegou que o motivo para o risco de paralisação é um velho conhecido da entidade mantenedora do Hospital; a falta de recurso para manutenção da maternidade que é de referência internacional. As informações foram repassadas durante reunião da Câmara Municipal de Janaúba no dia 19 de junho.

Ainda segundo dados colhidos junto a diretoria da Fundação, a dívida do governo do Estado para com a entidade mantenedora do hospital já ultrapassa 1 milhão de reais.

Segundo informações, a dívida da Fundação com os fornecedores passa dos R$ 3 milhões. A reunião contou com a participação de diversos servidores dos hospitais que estão em sua maioria sem receber. A dívida com os profissionais de saúde já aproxima de 900 mil reais e deve aumentar, pois, o déficit mensal gira em torno de R$165 mil.

Para um dos diretores da entidade, a única maneira de manter a unidade hospitalar funcionando é continuar "dando calote" e lembra que os funcionários estão até agora sem receber o 13º salário, referente a 2016. Ainda segundo Dênio Pinheiro, tesoureiro, essa dívida é reflexo da defasagem da tabela Sistema Únicos de Saúde (SUS) que há 18 anos não é reajustada, além da falta de comprometimento do estado e dos municípios da região que não repassam recursos destinados ao atendimento regional. Conforme a diretoria, os municípios da região da Serra Geral de Minas devem mais de 2 milhões de reais à Fundajan e o Estado de Minas Gerais quase 2 milhões. No ano passado, a receita da Fundajan foi de R$11.371.597,01, em contrapartida, a despesa atingiu a cifra de R$13.405.527,79.

UFVJM de Janaúba contrata Professores em Processo Seletivo

(Por Karina Felício) A Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) está com inscrições abertas a partir dessa quinta-feira, 22 de junho de 2017, para um novo Processo Seletivo cujo objetivo é contratar seis Professores.

Logo abaixo é possível conferir os Campi onde as oportunidades estão distribuídas e as disciplinas e seus respectivos códigos:

Campus Unaí: Ecologia e Gestão Ambiental (BCA026)/ Direito Agrário e Ambiental (BCA019)/ Geoquímica Ambiental (BCA361)/ Poluição Ambiental (EAA004) (1) e Matemática/ Cálculo I, Cálculo II, Cálculo III, Cálculo Numérico, Geometria Analítica (1).

Campus Janaúba: Biologia e Áreas Afins/ Microbiologia e Bioquímica (1).

Campus Mucuri/ Teófilo Otoni: Marketing e Estratégias das Organizações, Planejamento Estratégico, Gerenciamento de Processos, Gestão de Projetos (1), Resistência dos Materiais I, Resistência dos Materiais II, Mecânica dos Sólidos (1) e Análises e Projetos de Transporte, Engenharia de Transporte, Transportes Urbanos (1).

Essas funções devem ser exercidas em regime de 40h semanais, mediante remuneração que pode variar de R$ 3.117,22 a R$ 4.209,12 de acordo com o cargo pretendido, além de receber auxílio-alimentação.

Os concorrentes serão analisados por Curriculum Vitae, Prova Didática, destinada a avaliar o grau de conhecimento e a capacidade de exposição do candidato, e Entrevista.

A inscrição deve ser feita até o dia 30 de junho de 2017 no respectivo endereço e horário do Campus que detêm a vaga de seu interesse ou via postal, sendo que essas informações podem ser obtidas no extrato do edital que está disponível em nosso site. Contudo, ela só será concluída após o pagamento de uma taxa no valor de R$ 75,00 para os cargos que exigem Graduação e R$ 140,00 para os que exigem Mestrado.

Esse Processo Seletivo possui validade de um ano a partir da data de homologação do seu resultado final no Diário Oficial da União.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Guarda Municipal de São João da Ponte tem uniforme renovado


Aconteceu nesta terça-feira (20), em frente a Prefeitura Municipal de São João da Ponte a cerimônia de lançamento do novo uniforme dos Guardas Municipais. Cerca de 14 Guardas tiveram seus uniformes renovados. Outrora, já havia estudo da atual administração para modificar a farda, pois as atuais estavam desgastadas e velhas e já fazia 08 anos que não havia renovada.

Estiveram presente na cerimônia, prefeito Danilo Veloso, Tenente Reinaldo Soares, Chefe do Presídio, Martins, Chefe da Guarda, Ironei Rodrigues, Guardas Municipais e funcionários.

Segundo o prefeito, Danilo Veloso, o novo uniforme possibilitará um novo olhar e uma apresentação mais visível na sociedade e principalmente em eventos. "Já era hora de fazer a troca, pois as atuais estavam desgastadas e desfasadas" diz o prefeito.

O atual uniforme possibilitará uma nova identidade visual a corporação, o que resultará na maior valorização do trabalho da Guarda Municipal na sociedade.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

AMAMS apresenta proposta de rota aérea nas maiores cidades do Norte de Minas até BH


A Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene apresentou à Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), proposta de criação de uma rota aérea começando em Januária e passando por Jaíba, Janaúba e Pirapora, até chegar a Belo Horizonte, dentro Projeto de Integração Regional – Modal Aéreo “Voe Minas Gerais”, criado pelo Estado. O diretor técnico da AMAMS, Raphael de Castro Mota se reuniu com o diretor de Serviços da Codemig, Zito Vieira, ontem a tarde em Montes Claros, quando oficializou essa proposta, assinada pelo presidente da AMAMS, José Reis Nogueira de Barros. A pr oposta é que os voos partam às 6 horas da manhã em direção a capital mineira e retorne às 16 horas, permitindo chegar a luz do dia nas cidades do Norte de Minas.

Na primeira parte da reunião, no gabinete do prefeito Humberto Souto, de Montes Claros, Zito Vieira apresentou o Projeto de Integração Regional – Modal Aéreo “Voe Minas Gerais”. Depois, se reuniu com o diretor da AMAMS, quando também se deslocaram até o Aeroporto de Montes Claros. O avião tem capacidade para nove passageiros. O presidente da AMAMS, José Reis explica que se criada essa rota, atendendo as maiores cidades do Norte de Minas, ajudará os prefeitos e empresários a se deslocarem até Belo Hori zonte, resolverem suas demandas e retornarem em tempo hábil. Ele lembra que Januária teve na década de 80, vôo ligando a cidade até Belo Horizonte.


A Codemig veio pedir a ajuda do Norte de Minas para viabilizar os vôos que saem de Montes Claros em direção a Jaíba e Salinas, pois segundo o seu diretor Zito Vieira, o projeto não está atraindo passageiros. Um dos problemas verificados é a falta de divulgação. Por isso, ontem a tarde a Codemig realizou sobrevôo em Montes Claros, com as lideranças empresariais e da AMAMS. O avião Cessna Grand Caravan 208 fica em Montes Claros para atender a demanda regional e precisa de dem andas. A proposta dessa nova rota será avaliada pela Codemig, desde que haja compromisso de sua viabilidade. A Codemig ofereceu ainda aos prefeitos um desconto de 30% para a compra das passagens no pacote corporativo.

Ascom | AMAMS

terça-feira, 20 de junho de 2017

Prefeitura de São João da Ponte recupera mais de 200 KM de estradas


O Prefeito Danilo Veloso por meio do Departamento de Estradas e Rodagem realizou a recuperação de mais de 200 km de Estradas da zona rural de São João da Ponte, possibilitando assim o melhor acesso a cidade e outras localidades.

Em pouco mais de 03 meses, foram recuperadas estradas das Comunidades de Barreiro Grande, Peroba, Sítio, Sapé, Santa Luzia até Canabraval, Pinheira, Morro Preto, Agreste, Alvorada, Vereda Viana, Boa Vista e a entrada da cidade até a Cachoeira, e nos bairros Lagoinha e Sagrada Família.

Houve também o patrolamento e limpeza de estradas o que ajudou motoristas e pedestres a terem melhor visibilidade nas Comunidades Santa Clara, Jambreiro, Serra Negra, Santa Rosa, Santa Cruz, Pé do Morro, Barroca Branca, Olhos D'água, Casa das Pedras, Salvinópolis, Vereda (Núcleo), Pinheira, Lagoa de São João, Araruba até Furado Seco e Tamboril até Jacaré.

Atualmente o Departamento de Estradas e Rodagem conta com uma equipe de 08 funcionários, 02 patrol, 02 carregadeiras, 01 retro escavadeira, 02 caminhões pipas, 03 caçambas e 01 carro de apoio.

É preciso que a população tenha paciência e compreensão quanto a realização destas obras, pois em virtude disto, alguns contratempos podem vir acontecer quanto ao tráfego nas estradas rurais.











Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Criminosos assaltam fazenda e amarram gerente com cabresto em Capitão Enéas

Quatro criminosos encapuzados assaltaram uma fazenda em Capitão Enéas, no Norte de Minas, nessa segunda-feira (19). Segundo a Polícia Militar, eles renderam o gerente da propriedade, de 63 anos, e o amarraram com cordas e com um cabresto.

A vítima disse à PM que antes de ser amarrado reagiu ao assalto e foi agredida pelos bandidos, que queriam saber onde estavam o dinheiro e as armas da fazenda.

Os homens fugiram levando uma arma e R$ 1.900, além de dois celulares, um cartão e uma motocicleta, que pertenciam ao gerente. Ainda segundo a PM, a moto foi abandonada em uma estrada próximo ao local do crime e até o momento ninguém foi preso.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com